Português Italian English Spanish

Max Russi será governador de MT por 10 dias

Max Russi será governador de MT por 10 dias


Presidente da AL assumirá o cargo durante a viagem de Mauro Mendes e Otaviano Pivetta, governador e vice, para Dubai entre os dias 18 e 28 de fevereiro

João Pedro Donadel
Da Redação

Foto: Assessoria

image

Pela segunda vez em sua presidência da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o deputado estadual Max Russi (PSB) assumirá o governo de Mato Grosso. Nessa oportunidade, será por 10 dias.

O parlamentar assumirá o Palácio Paiáguas entre os dias 18 e 28 de fevereiro, quando o governador Mauro Mendes (DEM) e seu vice, Otaviano Pivetta (sem partido), viajam para Dubai para uma feira de alimentos, a Gulfood.

Este afastamento foi aprovado pela ALMT nesta quarta-feira (09).

O evento que contará com a comitiva de Mato Grosso é considerada a principal feira da B2B no ramo alimentício do Oriente Médio, contemplando bebidas, lácteos, óleos, produtos free-from, carne e frango, grãos e cereais, entre outros. 

O perfil dos visitantes é internacional, sendo 60% do Oriente Médio, 20% da Ásia, 9% da África, 8% da Europa, 2% das Américas e 1% da Australásia.

Max no Paiáguas

A primeira vez que o deputado esteve, interinamente, como governador do Estado foi em junho de 2021, quando Mendes e Pivetta foram à Bolívia para assinatura de contrato de fornecimento de gás natural a Mato Grosso.

Conforme o governador Mauro Mendes, o contrato assinado com a Bolívia tem validade de cinco anos a partir de 2022. O acordo estende a negociação para o abastecimento de gás natural. 

A intenção do governo é expandir a distribuição do gasoduto para outros municípios, hoje concentrado em torno da capital. Em 2021, o acordo Mato Grosso e Bolívia segurou o reajuste do gás no Estado por causa da alta demanda do gás natural veicular (GNL).