Português Italian English Spanish

Câmara Municipal sedia reunião do Projeto “Araguaia Cidadão”

Câmara Municipal sedia reunião do Projeto “Araguaia Cidadão”

Aconteceu na tarde de sexta-feira (28) no plenário da Câmara Municipal de Pontal do Araguaia-MT, mais uma reunião de encaminhamentos do projeto “Araguaia Cidadão” realizado pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso, por meio da coordenadoria de Justiça Comunitária e pela Defensoria Pública Estadual.

 O projeto “Araguaia Cidadão” teve origem no Ribeirinho Cidadão idealizado por Mariana Viana, diretora de Imprensa e Novas Mídias da Coordenadoria de Comunicação/TJMT, desenvolvido no Pantanal Mato-Grossense, desde 2016. 

O projeto “Araguaia Cidadão” coordenado pelo MM. Juiz José Antônio Bezerra Filho, está sendo desenvolvido ao longo da MT 100, às margens do Rio Araguaia, desde a cidade de Alto Araguaia, passando por Araguaínha, Ponte Branca e Ribeirãozinho, encerrando-se em Pontal do Araguaia, que terá sua etapa de realizada em 19/08/2019.

O “Araguaia Cidadão” tem suas atuações focadas em quatro eixos principais: 

Consciência Ambiental além da limpeza dos rios, são desenvolvidas ações lúdicas como, o jogo Rebojando, que trabalha o desenvolvimento da consciência ambiental; palestras, distribuição de cartilhas, doação de mudas, atuação da PM na fiscalização, ações do Juvam e Sema.

Serão realizadas ações de sensibilização ambiental, como Criança Cidadã, que trabalha para que moradores das comunidades tradicionais auxiliem na limpeza dos rios e outros bolsões lixo, ao longo da MT 100, onde os participantes receberão roupas, cobertores e brinquedos, trocando – os  pelo lixo coletado.

Acesso à Cidadania: fornecimento de títulos de eleitor, 2ª via de Registro de Nascimento, através do “Pai Presente” Carteira de Identidade, CPF e inscrição no Programa Bolsa Família, processos de  aposentadoria, entre outros.

Acesso à Saúde, consultas odontológicas, oftalmológicas, clínico geral (entrega de medicamentos para tratamento), entre outros.

Acesso à Justiça, atuação de juízes, defensores, promotores, notários e registradores da comarca de  Barra do Garças, além de mediadores e conciliadores, a equipe pretende atender ações voltadas ao Direito de Família, além de resolver conflitos sociais e ações civis públicas. Registros tardios de nascimento, casamento e óbito, também devem ser realizados.

Ações dos parceiros: acolhimento, logística, embarcações, fornecimento de colchões e cobertores, água, rádios, geradores. Emissão de documentos, corte de cabelo, oficinas pedagógicas, de cinema, biblioteca itinerante, palestras, disponibilização de vacinas, apoio institucional, entre outros.

O coordenador do projeto, Juiz José Antônio Bezerra Filho disse que o objetivo é agregar valor às ações do projeto.  

“Conclamamos à nossa equipe, servidores e demais colaboradores, que somem esforços conosco, no sentido de fazer a diferença na vida destas pessoas. A demanda é grande e, por isso, esta é uma reunião de trabalho, onde precisamos sair com encaminhamentos de ações concretas a serem desenvolvidas por cada um de nossos parceiros, bem como, uma relação de possíveis parceiros a serem convidados, como as Universidades e outras forças sociais”. Insistiu, o coordenador.

A assessora da Justiça Comunitária, Tatiane Guerra, esclareceu sobre as parceirias fechadas, os serviços já disponíveis e as necessidades de infraestrutura e logística para que outras ações possam ser incorporadas ao projeto. Segundo ela, o projeto “Araguaia Cidadão”, tem como principal foco, distribuir cidadania às populações tradicionais, levando serviços essenciais.

Para a edição de Pontal do Araguaia, prevista para 19 de agosto de 2019 as parcerias confirmadas são: Tribunal de Justiça, Governo do Estado, Ministério Público, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Policia Militar, Policia Civil, Marinha do Brasil, Receita Federal, Câmara Municipal de Pontal do Araguaia, Prefeitura Municipal de Pontal do Araguaia por meio de suas Secretarias Municipais de Saúde, Educação e Assistência Social; Tribunal de Contas do Estado, Tribunal Regional do Trabalho, Tribunal Regional Eleitoral, Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Barra do Garças, INSS, Cartório de Registro Civil e Galvan Escola de Cabelereiros.

Fonte:

Coordenadoria de Comunicação do TJMT

Ranniery Queiroz

 

Edição:

Pontaldoaraguaianews.com

Profº “KK”