Português Italian English Spanish

Garota é esfaqueada no pescoço por aluna dentro de escola em Cuiabá

Garota é esfaqueada no pescoço por aluna dentro de escola em Cuiabá


A tentativa de homicídio foi registrada no início da noite de terça-feira (13), na Escola Estadual de Desenvolvimento Integral da Educação Professor Antônio Cesário de Figueiredo Neto.

Reprodução

A autora do crime está foragida

A autora do crime está foragida

DAFFINY DELGADO
DO REPÓRTER MT


Uma jovem de 19 anos - identidade não revelada - foi esfaqueada no início da noite de terça-feira (13), por uma colega dentro da Escola Estadual de Desenvolvimento Integral da Educação Professor Antônio Cesário de Figueiredo Neto, em Cuiabá. A autora do crime, de 22 anos, fugiu.

A tentativa de homicídio foi registrada por volta das 19h30, no bairro Bandeirantes.

De acordo com a Polícia Militar, testemunhas contaram que a acusada se aproximou da vítima dentro da unidade e desferiu os golpes de faca. As facadas atingiram o pescoço da jovem.

Imagens gravadas no local mostram a frente de uma sala de aula cheia de sangue.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Médico Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e encaminhou a jovem para o Hospital Municipal de Cuiabá.

A PM fez buscas pela autora do crime, mas ela não foi encontrada. Ainda não se sabe o que motivou a tentativa de homicídio.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), informou que a estudante esfaqueada não corre risco de morte.

Além disso, explicou que nesta quarta-feira (14), duas psicólogas e duas assistentes sociais da Diretoria Regional de Educação (DRE) - Polo Cuiabá - estarão na unidade escolar promovendo o acolhimento da comunidade estudantil e dos profissionais da Educação.

Íntegra da nota

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) informa que não corre risco de morte a estudante que foi atacada por outra aluna na noite desta terça-feira (13), na Escola Estadual Antonio Cesario Neto, em Cuiaba. Ainda não se sabe o motivo do desentendimento entre as duas estudantes, que são maiores de idade, segundo a direção da escola. Tão logo soube dos fatos, a diretora acionou o Serviço Móvel de atendimento de Urgência (SAMU) e uma viatura da Polícia Militar.

Nesse momento, a diretora Fabia Melo encontra-se na Central de Flagrantes da Polícia Judiciária Civil registrando Boletim de Ocorrências.

Na manhã desta quarta-feira (14), duas psicólogas e duas assistentes sociais da Diretoria Regional de Educação (DRE) - Polo Cuiabá - estarão na unidade escolar promovendo o acolhimento da comunidade estudantil e dos profissionais da Educação. O Núcleo de Mediação de Conflitos da Seduc-MT também irá promover ações que minimizem esse fato lamentável.