Português Italian English Spanish

Mulher alega doença para faltar ao trabalho, é flagrada na semi da Euro

Mulher alega doença para faltar ao trabalho, é flagrada na semi da Euro


O DIA

mulher em jogo.JPG

 

Rio - A britânica Nina Farooqi, de 37 anos, acabou prejudicada pelo gol de Harry Kane que classificou a Inglaterra à final da Eurocopa, na semifinal contra a Dinamarca, na última quarta-feira. A torcedora apareceu na TV comemorando, mas havia um problema: ela alegou que estava doente para poder faltar ao trabalho e ir ao jogo.

De acordo com o “Telegraph”, Nina foi comunicada pelo chefe na manhã seguinte, por telefone, que estava demitida.

“É uma mistura de emoções. Chegamos à final, ainda estou eufórica, mas perdi meu emprego. Minha amiga ganhou os ingressos no trabalho dela e sabia que eu faria qualquer coisa para ir ao jogo. Não havia como recusar”, disse Nina.

“Eu me arrependo um pouco, ninguém quer ser demitido, mas também teria odiado o arrependimento de ficar fora do jogo. Eu faria tudo de novo”, completou.

Inglaterra e Itália se enfrentam no próximo domingo, às 16 horas, em Wembley.