Português Italian English Spanish

MP investiga 37 denúncias contra pessoas suspeitas de furar fila para vacinação contra a Covid-19 em MT

MP investiga 37 denúncias contra pessoas suspeitas de furar fila para vacinação contra a Covid-19 em MT


Município com mais denúncias foi Cuiabá, com cinco registros, e Rondonópolis, com quatro denúncias.

Por G1 MT

A ouvidoria do Ministério Público Estadual (MPE) registrou 37 denúncias de irregularidades na vacinação contra a Covid-19 no estado, todas referentes a fura fila, que são pessoas que não fazem parte dos grupos prioritários que tomaram vacina.

O município com mais denúncias foi Cuiabá, com cinco registros, e Rondonópolis, com quatro denúncias.

A coordenadora da vigilância epidemiológica de Cuiabá, Valéria Oliveira, explicou que o controle da vacinação é feito pela exigência da atualização do cartão SUS, e uma das grandes dificuldades tem sido em relação a moradores de outras cidades que tentam se vacinar na capital.

MP investiga pessoas que teriam furado a fila da vacinação contra a Covid-19 — Foto: Divulgação

MP investiga pessoas que teriam furado a fila da vacinação contra a Covid-19 — Foto: Divulgação

Segundo ela, Cuiabá pode começar a exigir comprovante de residência para quem for tomar a vacina, uma medida para controlar as possíveis fraudes.

A vacinação em Mato Grosso começou no dia 19 de janeiro, e até agora foram mais de 86 mil pessoas vacinadas em todo o estado, entre profissionais da saúde e também idosos com mais de 80 anos em algumas cidades.

Na capital foram vacinados os idosos com mais 85 anos, e também idosos acamados que estão recebendo as primeiras doses.

Em todo esse cenário, o MP vai investigar essas 37 denúncias de fura fila.

No começo do mês o MP publicou uma recomendação para que as cidades deem transparência aos dados de todos os vacinados.