Português Italian English Spanish

Mil presos estão isolados na PCE

Mil presos estão isolados na PCE


G1-MT

pce2.jpg

 

Na Penitenciária Central do Estado, em Cuiabá, cerca de mil presos estão em isolamento. Desses, 600 apresentaram sintomas da Covid-19.

A Defensoria Pública entrou com uma ação para que a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) adote uma estratégia de combate ao Covid-19 dentro da penitenciária.

O juiz Geraldo Fidelis, da Vara de Execução Penal de Cuiabá, determinou que a Sesp também faça teste em massa nos presos e coloque uma equipe de plantão 24 horas no local.

O diretor da PCE, Agno Ramos, explica que os detentos que testaram positivo estão em isolamento e receberam os cuidados dentro da própria penitenciária.

“Nós isolamos tudo para que a contaminação não se alastrasse na penitenciária. Esse isolamento é preventivo porque nós sabemos das dificuldades que a saúde pública enfrenta hoje com os hospitais cheios. Os que tiveram positivado, nós mantemos em isolamento e fizemos o tratamento adequado com acompanhamento médico e alguns deles já até saíram da quarentena”, afirma.

O juiz defende que as medidas são necessárias tanto para proteção dos presos, quanto dos profissionais e da população.

“Tem 250 pessoas que são policiais penais, também tem as equipes de saúde, tem a área administrativa. Não podemos deixar acontecer uma crise de saúde porque querendo ou não vai impactar a área de saúde aqui fora também”, afirma.

Por meio de nota, a Sesp informou que já está cumprindo dentro do prazo a decisão judicial com equipes médicas e com plantões aos fins de semana na PCE e que também foi encaminhado mais medicamentos e EPIs aos servidores do sistema penitenciário.