Português Italian English Spanish

Após perder posse de fazendas, empresário ameaça com nova invasão; veja vídeos

Após perder posse de fazendas, empresário ameaça com nova invasão; veja vídeos


Briga judicial de 38 anos foi encerrada com decisão favorável a ex-presidente da OAB e produtor rural

Da Redação Folha Max

robertozanoni.jpg

Inconformado com a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que lhe gerou a perda da posse de dois imóveis rurais avaliados em R$ 30 milhões localizados na Gleba Itaquerê, município de Novo São Joaquim, interior de Mato Grosso, o empresário Roberto Zanoni ameaça liderar uma nova invasão para forçar uma nova posse dos imóveis.

Vídeos que circulam no aplicativo Whatsapp mostra Zanoni pressionando trabalhadores que fazem a segurança dos dois imóveis rurais, cujas propriedades pertencem, ao produtor rural Luiz Carlos Salesse e ao advogado Renato Gomes Nery, este último ex-presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). 

Em conversa com um dos funcionários da equipe de segurança, Zanoni comenta em tom irônico e de ameaça. “Se for para medir força, a gente também sabe medir força”, afirma.

Em outro vídeo com duração de 1m52s,  Zanoni conversa com trabalhadores que fazem a segurança dos imóveis rurais e diz que há mais de 35 anos frequenta e explora o local e que nada vai impedi-lo de acessar. “Eu vou estar lá amanhã, vou meter o pé na porteira porque é minha propriedade. Tá registrado em meu nome na coisa lá”, diz. 

Um trabalhador da segurança reage as seguidas intimidações. “O senhor está confrontando nosso serviço. E vindo aqui ameaçar o pessoal”.

Zanoni ainda diz em vídeo que não reconhece nenhuma decisão dada pela Justiça em 2020 e que mantém legitimidade da posse. Ainda ironiza trabalhadores da segurança privada. “Eu sei que vocês trabalham das 6h30 até às 18h30”, disse.

ENTENDA O CASO

Após 38 anos, foi reconhecido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) que dois imóveis rurais avaliados em R$ 30 milhões pertencem ao produtor rural Luiz Carlos Salesse e ao advogado Renato Gomes Nery, este último ex-presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de Mato Grosso. 

Os imóveis rurais estão localizados na Gleba Itaquerê, município de Novo São Joaquim, interior de Mato Grosso, e servem de exploração para atividades agrícolas.

O reconhecimento da propriedade a ambos se deu após uma batalha judicial de 38 anos que terminou com a decisão do presidente do STJ, ministro João Otávio Noronha, em não reconhecer um agravo regimental para o recurso especial ser aceito pela Corte.

Tratava-se da última esperança em manter por longos anos a batalha judicial. A defesa de Zanoni sustentava que o processo não obedeceu às regras do Código Civil e Código de Processo Civil, o que foi rechaçado. Com a rejeição do recurso, a decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso transitou em julgado, ou seja, passou a ser definitiva e irrecorrível. 

No dia 21 de novembro de 2019, por determinação do juiz Alexandre Meinberg Ceroy, autorizou a reintegração de posse dos imóveis rurais em favor de Luiz Carlos Salesse e Renato Gomes Nery. O Oficial de Justiça compareceu aos dois imóveis rurais no dia 25 de novembro dando total ciência do inteiro teor da decisão judicial que autoriza a reintegração de posse.

https://youtu.be/UzETGEU0T7o