Português Italian English Spanish

Em entrevista, pré-candidato a prefeito Leandro Cardoso, defende gestão participativa, por meio dos conselhos da comunidade.

Em entrevista, pré-candidato a prefeito Leandro Cardoso, defende gestão participativa, por meio dos conselhos da comunidade.


Pré-candidato do Partido Socialista Brasileiro - PSB, na entrevista, Leandro fala de suas pretensões caso seja eleito, discute o cenário político local e expos seus planos para governar com a população, através dos conselhos da comunidade. Nesta edição, mostraremos na íntegra, a entrevista concedida pelo pré-candidato.   

Fale sobre suas qualidades técnicas e pessoais e o porquê é pré-candidato a prefeito.

Sou vereador e presidente da Câmara Municipal. Conhecedor do Regimento Interno e da Lei Orgânica Municipal. Tenho conhecimento e experiência tanto na administração privada, por 17 anos de empresa, quanto na administração pública pelo fato de ser um vereador atuante nos quase oito anos de mandato no Legislativo. Coloquei meu nome à disposição da população para uma pré-candidatura a prefeito, uma vez que me sinto preparado tanto em conhecimentos técnicos, de gestão e conhecimento das necessidades do município. Estamos no dia-a-dia com a comunidade, temos uma excelente articulação política estadual e federal de onde conseguiremos recursos para contribuir com o crescimento e desenvolvimento do nosso município. Respeitar, cumprir e fazer cumprir a Constituição Federal, Estadual e Municipal.

Em seu ponto de vista, quais os principais problemas de Pontal do Araguaia? Se eleito, qual seu plano de ação para resolvê-los? Como o senhor avalia a atual gestão?

Entre diversas situações que a população vive no município, citarei alguns problemas e os planos de ação para solucioná-los. Na infraestrutura: habitação, sistema de água, iluminação pública, saneamento básico, coleta de lixo, cemitério. A habitação será tratada com responsabilidade e transparência. Antes de realizar qualquer programa habitacional colocaremos a área com a infraestrutura necessária como garante a Lei Federal para não cometer os erros de administrações municipais anteriores e não frustrar o sonho da casa própria de nenhum cidadão. Para os programas inacabados daremos a garantia da finalização deste imbróglio. Para o sistema de água temos a garantia de emenda parlamentar para triplicar o armazenamento e distribuição da água no município, para sanar a falta e estruturar novos conjuntos habitacionais que forem surgindo. Na iluminação pública faremos adequação, modernização, expansão e reforma neste setor em todos os bairros da cidade. No saneamento básico iremos dotar de manilhamento e construir galerias de águas pluviais. Manutenção e limpeza de bocas de lobos. Na coleta de lixo faremos atendimento em três turnos com vistas em melhorar os serviços dessa área. Para o cemitério municipal faremos a desapropriação de uma área para implantação de um novo cemitério com extrema urgência. Vamos valorizar o funcionário público com reposição salarial, pagamento em dia, cursos de qualificação, administração aberta através do diálogo e da gestão participativa e implantar o Projeto Bem Estar Servidor Público. Para a zona rural do município pretendemos dotá-la de uma Patrulha Rural e cronograma de atendimento ao interior, incluindo assentamentos em parceria com os produtores, fazendeiros e agricultores. Quanto às obras inacabadas faremos gestão junto ao governo estadual e federal para finalização dessas obras.

Quais os projetos visando a geração de empregos e renda para os cidadãos pontalenses?

Leis municipais de incentivo e valorização aos empresários e comerciantes do município. Destinação de uma área para a implantação do Setor Industrial nas proximidades do anel viário. Políticas de incentivo ao comerciante e empresário local para que possa melhorar as vendas estimulando a contratação de funcionários com carteira assinada. Regularização fundiária para impulsionar a construção civil, gerando emprego e renda aos trabalhadores, aos profissionais liberais, consequentemente, impulsionando o desenvolvimento do município.

Qual o plano de ação do candidato para atrair novas empresas que possam investir em Pontal do Araguaia?

Reestruturar, organizar e urbanizar a cidade. Começando com um portal de entrada no antigo Posto Fiscal para que investidores sintam atraídos a investir no município. Criar leis de incentivo a novos comerciantes e investidores, assim como aos micro empreendedores individuais.

Na saúde pública, quais os principais pontos em que vê falhas na cidade? Se eleito, quais melhorias deseja implantar?

Sobre as deficiências, destaco alguns tópicos: a falta de médicos em algumas especialidades, falta de alguns medicamentos de baixa e alta complexidade, demora na liberação de exames e cirurgias, entre outros. Quanto às melhorias desejo ampliar o Conselho Municipal de Saúde, fortalecendo e democratizando-o, focar na qualificação e melhoria dos modelos de atenção à saúde básica com atividades na promoção, prevenção e recuperação em saúde, realizando programas especiais para a criança, a mulher, o homem e aos idosos com atendimento acolhedor e humanizado a todos os cidadãos do nosso município. Implantar redes de assistência à Saúde na zona urbana e rural (saúde mental, do idoso, urgência e emergência, portadores de necessidades especiais), colocar especialistas para atendimento dentro do município, como pediatra, fonoaudiólogo; oftalmologista, entre outros e manter convênio com outras especialidades no município de Barra do Garças. Atendimento médico em três turnos, até às 22 horas, fortalecimento e transparência do Conselho Municipal da Saúde, entre outros.

Na educação, o que precisa ser feito no município? Se eleito, que ações pretende realizar para melhorá-las?

Promover a valorização de todos os profissionais da educação, desde os salários em dia, capacitação e formação, retorno da gestão democrática, resolver problema do transporte escolar, Casa de Apoio aos alunos residentes na zona rural, alimentação e informação precisas dos sistemas interligados ao Ministério da Educação, correspondentes aos convênios, reforma e manutenção do espaço físico da creche Isaias Pereira e da Escola Municipal São Jorge, com implantação de parquinho, monitoramento de vídeo na escola, implantação do projeto Cidadão do Futuro, para trabalhar temas como cidadania, trânsito, meio ambiente e relacionamento interpessoal com as crianças, melhorando as bases educacionais e o fortalecimento e transparência do Conselho Municipal da Educação.

O que pretende fazer para melhorar a geração de emprego e renda na área rural do município?

Manutenção das estradas e pontes, fortalecimento da agricultura familiar, levando a tecnologia ao produtor rural, para industrialização de seus produtos onde teremos a venda diária dessa produção na Casa da Agricultura Familiar na cidade, fortalecimento da bacia leiteira assim como, fortalecimento da criação de pequenos animais, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), fomentar a produção através da assistência técnica, com parcerias com faculdades de agronomia e agronegócios da região, melhorar a estrutura física da Feira do Produtor Rural, aquisição de outra Patrulha Rural para atendimento nos assentamentos, assim como conseguimos, como vereador, através de emenda parlamentar com o deputado federal Fábio Garcia, assim como dois tratores junto ao Ibama, fortalecimento e transparência do Conselho Municipal do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).

Levando em consideração que o esporte é um dos principais caminhos para tirar a juventude do mundo das drogas, quais são suas principais ideias para investimentos na área?

Infelizmente, em nosso município nenhum gestor deu a atenção devida ao esporte. Nunca se teve um olhar ao esporte como instrumento de inclusão social. Sou amante e praticante do esporte e analiso que o esporte realmente é um dos caminhos de transformação da sociedade. Assim sendo, faremos a reestruturação e ampliação da infraestrutura esportiva e de lazer, a reforma e abertura de novas praças esportivas, investimentos na formação de base para escolinhas de futsal e soçaite, valorização do esporte amador, incentivo em outras práticas esportivas como o atletismo, ciclismo, voleibol, vôlei de areia, natação, basquetebol, handebol, futevôlei, criar e fortalecer o Conselho Municipal de Esporte, implantação de atividades alternativas como a zumba, ginástica funcional, caminhada monitorada, capoeira, karatê, atividades adaptadas, entre outras.

Como explorar o potencial turístico da cidade?

Sabemos que a Praia da Arara, no rio Garças, é uma das mais conhecidas da região. Porém, ao se falar de turismo, precisamos valorizar, dar atenção e estruturar as demais praias que também atraem turistas para o município, gerando emprego e renda, como as praias Primavera e Sol Nascente, ambas no rio Araguaia, um dos mais conhecidos no Centro-Oeste goiano. Sendo assim, vamos explorar o turismo em diversas áreas, além das praias, o turismo ecológico, o camping, fomentar o turismo rural, construir rampas náuticas nos rios Garças e Araguaia, criar o Serviço de Atendimento ao Turista com fortalecimento e transparência do Conselho Municipal de Turismo.

Como o pré-candidato pensa em melhorar o trabalho da Assistência Social e Habitação na cidade?

A busca por justiça social será trabalhada na Assistência Social a humanização de cada ser, gerando oportunidades para que os cidadãos possam se profissionalizar através de oficinas de aprendizagem e do saber, tornando-os independentes e livres do sistema que os aprisionam a ser sempre dependentes, minimizando assim as desigualdades sociais. Na assistência social pretendemos fazer um trabalho de integração sistêmica entre assistência social, educação e saúde, interação entre os conselhos municipais referentes a cada pasta, criar o espaço Casa da Juventude, onde serão realizadas oficinas de ensino/aprendizagem com crianças, jovens e idosos. Na Casa da Juventude ocorrerá um processo de interação entre os idosos, os jovens e as crianças. São algumas as oficinas programadas: laboratório de costura e de informática, aulas de música e dança, leiturinha, brinquedoteca, aulas de culinária, reciclagem, tricô, crochê e teatro. Em parcerias com Senai e Senac vamos implantar oficinas de geração de renda e qualificação profissional, criando o PAC, Projeto de Atendimento Curricular. Criar um programa de Geração do 1º Emprego para jovens, ampliar o espaço do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, investir por meio de projeto de lei 6% de recurso próprio para a Assistência Social, reforçar os programas federais, Proteção e Atenção Integral à Família, Equipe Volante e Criança Feliz. Reunião do Bolsa Família na zona rural, sede própria para o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), para diminuir gastos com aluguel, investindo em cursos e parcerias para a população, sede digna para o Conselho Tutelar atender a comunidade num local com mais acesso a população, readaptação do Projeto Prefeitura nos Bairros, levando a estrutura do município em cada bairro com a prefeitura cada vez mais próxima da população. A habitação será tratada com responsabilidade e transparência antes de realizar qualquer programa habitacional. Colocaremos a área com a infraestrutura necessária, a qual garante a Lei Federal, para não cometer erros de administrações municipais anteriores e não frustrar o sonho da casa própria de nenhum cidadão. Para os programas inacabados daremos a garantia da finalização desse imbróglio, fortalecimento e transparência do Conselho Municipal da Habitação e regularização fundiária para buscar novos programas habitacionais.

Em suas considerações finais, faça um apanhado geral de como o pré-candidato pensa o futuro para Pontal do Araguaia. Neste espaço, sinta-se livre para expor suas ideias em sua totalidade.

Diante da situação e das inúmeras dificuldades que se encontra o município de Pontal do Araguaia e pela experiência adquirida nesses quase oito anos de mandato no Legislativo, tenho todo o conhecimento e me sinto o mais preparado para assumir o Executivo Municipal. Pontal é uma cidade, não é uma empresa, não é uma fazenda, não é um bairro. A prefeitura tem ultrapassado o limite prudencial de gasto com servidores de mais de 54%, sendo que 25% dos gastos tem que ser investidos na Educação, 15% na saúde e 7% repassados ao legislativo, ultrapassando 100% de sua receita. Somente uma boa gestão, de quem realmente está preparado, conseguirá tirar o município desse colapso, para que seja feito os investimentos necessários para atender os anseios da comunidade e ter compromisso com a lei de responsabilidade fiscal. Para isso é preciso ter coragem pra mudar essa realidade, ou então, Pontal do Araguaia continuará em mãos erradas, regredindo cada vez mais, ao ponto de quem sabe se tornar um distrito de outro município. O próximo gestor terá que ter conhecimento e sensibilidade para fazer o muito sem quase nada, desenvolvendo uma gestão coerente e humanizada através do diálogo e de um planejamento estratégico de ações a curto, médio e longo prazo. É fácil fazer contas, fazer projetos, mas, executar é pra quem tem experiência. Se a prefeitura for ‘tocada’ por quem não tem conhecimento, Pontal do Araguaia vai se arrebentar, porque temos inúmeros problemas, como lotes irregulares, folha de pagamento, endividamento, previdência própria, problemas de infraestrutura, e muitos outros. E outro fato: eu, Leandro Cardoso, tenho história aqui na cidade, os moradores sabem de onde vim, quem é minha família, sabem que meus investimentos são aqui no município e não são de hoje, mas há 17 anos gero emprego e renda direta e indiretamente aqui. Muitos são aqueles que falam em desenvolvimento do município, mas possuem empresa em outras cidades. Como disse São Francisco de Assis: “Já foi o tempo em que acreditei em palavras”. Hoje, acredito em ações.

 

Edição: Prof “K”

Fonte: Semana7